Pesquisa personalizada

sábado, 7 de fevereiro de 2009

Gildo de Freitas e a Medalha dos Eua

De maneira lenta e gradual vamos retornando a rotina de publicar novos conteúdos toda a semana. É provável que eu publique semana que vêm à letra da música “Mensagem Final” que será a 51º letra publicada aqui no Blog e meu objetivo neste ano de 2009 é chegar a 120º música transcrita para este Blog.

Na medida que aumentam as visitas, também aumentam os contatos pelo e-mail(jaisondb@gmail.com) e eu agradeço a todos os visitantes que fazem esse contato. Peço a todos que visitarem o Blog e que tenha alguma duvida, sugestão ou critica que enviem um e-mail ou deixem o recado na caixinha de mensagens.

Mas vamos também dando atenção aos nossos leitores, o Bruno perguntou se o Marco Aurelio foi gaiteiro do Gildo, eu não sei se foi mas vou pesquisar e quando tiver a resposta correta volta a falar no assunto.

Disto isso vamos ao assunto que dá nome a este artigo.


A medalha norte-americana



Pouco a pouco vamos esclarecendo alguns mistérios acerca da vida do Gildo de Freitas. Havia em muitos leitores deste Blog a dúvida sobre a razão da medalha que o Gildo de Freitas recebeu dos Estados Unidos, que ele agradeceu no Galpão Crioulo em 1982.

Aqui vai os versos:


“O meu pensamento agora vai longe

cruzar a fronteira os Estados Unidos

e com certeza esta hora também

alguém me escuta por ter bom ouvido

hai o presidente de lá desta terra

que é deste povo bastante querido

este gaúcho aqui não têm falha

porém eu quero agradecer as medalhas

e neste verso fica agradecido”


Gildo de Freitas estava muito debilitado e passou grande parte do ano de 1982 no hospital. Mas por intermédio do apresentador do programa Antonio Augusto Fagundes e do sensitivista Ivan Trilha -para quem não sabe, foi com quem Mary Terezinha passou a viver depois de se separar do Teixeirinha- que Gildo foi levado até o Galpão Crioulo da Rbs Tv em novembro de 1982, essa que foi sua ultima apresentação publica. Ivan Trilha era de São Borja e além do mais era muito ligado à família do João Goulart e sabemos do engajamento político do Gildo ao trabalhismo e sua ligação com o Jango, Brizola e Getulio Vargas. Ivan Trilha nessa época já morava nos Eua e era ‘guru’ de muitos atores de Hollywood e por intermédio do Ivan Trilha, Gildo de Freitas foi premiado com essa medalha pelo governo dos Estados Unidos da América. A medalha foi entregue em Porto Alegre no mesmo ano de 1982. Só para lembrar, que nessa época o presidente dos Eua era o republicano Ronald Reagan.

Deste modo fica esclarecido parte do mistério da medalha. Para quem ainda não viu, aí está o vídeo no Youtube, com o Gildo de Freitas cantando “Eu Reconheço que sou um grosso” ao lado dos “Os Serranos”.

Agradeço a colaboração do amigo Brasiliano.

3 comentários:

Cavalo Ruivo disse...

Muito obrigado pelo esclarecimento. Eu, como fã do Gildo, fiquei intrigado quando ví o vídeo, pensando o que seria a tal medalha. Parabéns pela iniciativa do blog.

alluft disse...

COMO ICONE DO DA MÚSICA DO RS JÁ ESTA MAIS QUE NA HORA DE SE ESCREVER PARTITURA E HOMENAGEM A ESSE GRANDE CANTOR, PRINCIPAL REPRESENTANTE DA MÚSICA GAÚCHA E GRAVAR UM DVD COM ARRANH]JOS PARA ORQUESTRA SINOFONICA. AFINAL COM A PALAVRA A OSPA, QUE É A NOSSA ORQUESTRA AQUI DE POA. GESTORES CULTURAIS/COMUNIDADE/GOVERNO: PROJETO PRA ONTEM!!!!

Jackson Miranda disse...

Mas qual era o significado da medalha? Algum prêmio?